Como eu adquiri um buraco no tornozelo.

Oi.

Primeiramente, devo deixar bem claro que o meu pai roubou os dois sofás que costumavam ficar na sala. Sim, o meu pai roubou os dois sofás do meu barraco. Valeu aí, pai.

Então, a minha mãe pegou duas cadeiras de praia e colocou na sala, pra gente poder continuar a ver tv.

Pois bem, eu sentei na maior cadeira, e deixei a mais vagabunda e menorzinha pra minha mãe (desculpa mãe).  Desculpa nada, ela deveria me agradecer.

Quando eu sentei na cadeira, ela desmontou. Caralho, matei a cadeira. Mas isso não foi o pior.  Eu quase me matei. Imagine a cena: sentando na cadeira, a cadeira desmontando, Bruna rolando pelo chão. Foi assim mesmo, porém com um bônus: o braço enferrujado da cadeira fez uma vala no meu tornozelo.

Minha mãe, vendo-me naquele estado (—MãÃãããÃe, ajuda aqui!!!1) ainda brigou comigo porque eu fiz barulho e interrompi o filme que ela estava assistindo (tratava-se de um cara que tinha um vidro de perfume mágico que fazia de tudo, só não fazia as pessoas ama-lo). Sim, minha mãe é muito doce.

Oi mãe.

E depois, eu descobri que tinha um buraco do tamanho do umbigo da tia Dôri no meu tornozelo. Mentira, só tinha um talho de 7 centímetros.

Sorte de hoje: Você pegou Tétano.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s